terça-feira, 25 de maio de 2010

ASA BRANCA

PARODIA DA MUSICA ASA BRANCA

SÁBADO, 31 DE MAIO DE 2008
PARODIA NA MUSICA ASA BRANCA

Quando olho o firmamento
Com linda iluminação
Peço a Deus no pensamento
Pra iluminar os corações

Quanta dor, quanta tristeza.
Abalando os corações
Nesta bela natureza
Com tanta perseguição

Já não temos liberdade
Vivendo na solidão
Vivemos todos engaiolados
Por que não existe mais solução

Somente tu, o Salvador
Livra-nos desta aflição
Brota na terra o teu amor
Suavizando os corações

http://www.odetearagao.com/2008/05/parodia-na-musica-asa-branca.html

Asa Branca letra
Quando oiei a terra ardendo
Qual a fogueira de São João
Eu preguntei a Deus do céu,ai
Por que tamanha judiação

Que braseiro, que fornaia
Nem um pé de prantação
Por farta d'água perdi meu gado
Morreu de sede meu alazão
Inté mesmo a asa branca
Bateu asas do sertão
"Intonce" eu disse adeus Rosinha
Guarda contigo meu coração

Hoje longe muitas légua
Numa triste solidão
Espero a chuva cair de novo
Pra mim vortar pro meu sertão

Quando o verde dos teus óio
Se espanhar na prantação
Eu te asseguro não chore não, viu
Que eu vortarei, viu
Meu coração
Luíz Gonzaga - Letras

http://luiz-gonzaga.musicas.mus.br/letras/47081/

Asa Branca comenta da falta de água, foram muitos anos sem chuva, no sertão nordestino em que as famílias sofrerão muito. Tinham que buscar longe a água quando tinha, o gado morreu por sede e fome, muitos saíram de lá para outras regiões do país na esperança de uma vida melhor.Alguns abandonaram a família seus amores em busca deste sonho. A paródia está comparando a vida do ser humano na terra, as doenças, injustiças cometidas constantemente, a falta de amor entre o ser humano e a esperança em Jesus, para mudar os corações e semear o amor em cada indivíduo para vivermos num mundo diferente.

Claudia Schmidt 1ºB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário